sábado, 4 de dezembro de 2010

primeira página

quis fugir para um lugar seguro, longe das obrigações e das responsabilidades, queria voar para além daquelas quatro paredes e deixar de ouvir aquela voz repetitiva que zumbia nos meus ouvidos, então olhei para lá da janela. e lá estavas tu, do outro lado, a oferecer-me um sorriso rasgado que me deixou um brilho especial nos olhos. deixas-te vontade de voltar a sentir o friuzinho na barriga, voltar a sentir as bochechas a corar e o coração a bater mais forte. fizeste com que tudo fosse bonito, que tudo fosse especial e único, como em todas as primeiras páginas de um livro: perfeito. na verdade, foste igual aos outros, mas diferente, para melhor.
incondicionalmente fazes-me bem, inconscientemente faria tudo por ti. nunca deixes de dizer que me amas, que cada vez gostas mais de mim, que me queres só para ti, nunca me deixes, nunca.
sabes bem, eu amo-te tf



(fazer textos quase por encomenda não rula, tomás.)

4 comentários:

João Pedro disse...

tão bonito . :$$

Joana disse...

ADORO.
(de nada diana <3)

Joana disse...

tipo brutal xD

carol disse...

não percebi :s
adoro essa musica *.*